Posted in Comunicados
ALGARVIOS: MUITA PREOCUPAÇÃO, MAS LUTANDO COM ESPERANÇA

ALGARVIOS: MUITA PREOCUPAÇÃO, MAS LUTANDO COM ESPERANÇA

– Para Resistir e Vencer, um Plano de Recuperação e Reconversão Económico-Social

1. Embora com alguns raios de sol de esperança, com reais fundamentos, o estado de espirito no Algarve é de preocupação desesperante.
 Pelo acompanhamento alargado feito pela ALGFUTURO, entre problemas velhos e novos, tudo está a desabar sobre uma região que tem condições para a Excelência.
2. Fechados em casa, os algarvios fazem contas à vida e deparam-se com uma envolvente  em que as medidas para prevenir a doença/morte não têm a prioridade absoluta como deve ser e a Constituição da República obriga. Na economia/sociedade a quase total dependência de tudo do turismo está já a começar a fazer desmoronar tudo como um baralho de cartas. As respostas da União Europeia e Governo às empresas e trabalhadores são lentas e insuficientes, em que trabalhadores têm que garantir  os ordenados, e empresários, sobretudo microempresas (até 10  trabalhadores) com Estado a suportar 80% da massa salarial,  apoios a fundo perdido e empréstimos sem juros
Contudo, derrotada a pandemia, é indispensável um PLANO DE RECUPERAÇÃO E RECONVERSÃO ECONÓMICO-SOCIAL para a diversificação e Coesão territorial e social
3. São muitas as razões
          a) Muito preocupados, desesperam perante uma rede hospitalar que não garante o indispensável, 
          b) Muito preocupados, perante a falta de civismo de alguns cidadãos irresponsáveis, a falta de controlo pelas autoridades de bares e snacks cheios, até ontem da entrada livre de estrangeiros no Aeroporto, entrada de excursionistas, não desinfeção dos manípulos dos carrinhos dos supermercados,  ajuntamentos, etc.
          c) Muito preocupados pela pouca água disponível e urgentes soluções.
          d) Muito preocupados,os trabalhadores que já sentem”na pele” o peso eminente do desemprego.
          e) Muito preocupados, os empresários com encargos, sem clientes sobretudo as microempresas a fechar
          f) Muito preocupadas as instituições sociais , culturais, desportivas, etc, em grande parte apoiadas por empresários, e que não poderão continuar.
          g) Muito preocupado o poder local, porque deverá descer impostos e taxas, mais gastos sociais, etc.
         h) Muito preocupados, pelas portagens estranguladoras, etc.
São muitas preocupações, mas tudo temos que fazer para dar esperança e evitar que população entre em depressão. É o que ALGFUTURO está a fazer.

Cumprimentos
A COMISSÃO EXECUTIVA DA ALGFUTURO

Partilhe este artigo!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn