Posted in Comunicados
ÁGUA EM DEBATE: ELEVAÇÃO, MAS PARTICIPANTES RECLAMANDO MEDIDAS URGENTES

ÁGUA EM DEBATE: ELEVAÇÃO, MAS PARTICIPANTES RECLAMANDO MEDIDAS URGENTES

– Todos juntos pela soluções, porque só a unidade salvará o Algarve. São precisas soluções e projetos JÀ !

Foi com uma forte mobilização e salão da Câmara de Silves cheio, que as populações manifestaram as suas preocupações face à continuada seca, com grande elevação, mas insurgindo-se pelo facto de nos últimos dez anos não se terem tomado medidas para regular o regime das chuvas e aumentar a oferta  de água nos diversos setores.
Os participantes reforçaram que a água não é um problema do turismo, agricultura ou industria, sendo pelo contrário um problema de todos, devendo todos remar para o mesmo lado em unidade, pois se algo correr mal, empresários e empregados serão afetados em cascata..
Presidiu à Sessão a Presidente da Câmara de Silves que agradeceu à organização a realização do debate e deu conta das iniciativas que a autarquia tem em curso para combater as perdas de água da rede, o que mereceu aplauso geral.
Foram pontos fortes das intervenções dos representantes das Associações de Regantes do Algarve, reclamando que as barragens construídas com dinheiro da União Europeia
para dinamizar a agricultura lhes seja garantida, bem como uma gestão independente e isenta que os ajude a resolver problemas que se arrastam há anos, com entraves que afastam investidores para outros países.
Usaram também da palavra o Magnífico Reitor, os presidentes de Câmara de Albufeira e Monchique e o Presidente da ALGFUTURO, todos mostrando empenho em juntar forças por tão importante  causa.
Perante as dificuldades veio à tona a questão da regionalização, como meio para haver força própria para que o Algarve não seja esquecido.
Foi saudada a criação recente da Comissão para avançar com as medidas para a seca, mas foi manifestado que sem prejuízo de cumprir os três meses de mandato, tome de imediato no primeiro mês as medidas urgentes para não se correrem riscos desnecessários e dar confiança aos investidores.
Há água para resolver os problemas, mas é preciso atuar já.
A Comissão organizadora apelou a um rebate geral e unidade da sociedade civil, Deputados, autarcas e outras entidades oficiais, porque o que está em causa é a VITÓRIA do ALGARVE e PORTUGAL, para lá de ideologias ou quaisquer outros interesses, todos menores face à garantia do futuro que nos  cumpre assegurar.
Cumprimentos
A Comissão Organizadora

Partilhe este artigo!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin