Posted in Comunicados
SUMO DE LARANJA DO ALGARVE É EXCELENTE, MAS “PADARIA PORTUGUESA” FALHOU NO CONTROLO DE QUALIDADE

SUMO DE LARANJA DO ALGARVE É EXCELENTE, MAS “PADARIA PORTUGUESA” FALHOU NO CONTROLO DE QUALIDADE

– Luta pela legalidade e qualidade tem décadas; e grandes Organizações sócias não têm contratos ou conhecimento do fornecimento de laranjas a essa empresa.

Nos últimos dias saíram noticias sobre a falta de qualidade de sumo de laranja numa loja de Lisboa, tendo havido a tentativa de atribuir a responsabilidade aos citrinos da região. A ALGFUTURO desde já repudia em absoluto tal tentativa, pois o essencial da responsabilidade de um eficaz controlo de qualidade perante os consumidores finais obviamente é da Padaria Portuguesa, sem prejuízo do papel da produção.

Deve informar-se a opinião pública, que os citrinos do Algarve representam a quase totalidade do país, com milhões de litros de sumo de qualidade reconhecida mundialmente e que até hoje não tinha havido qualquer problema. Por isso, em legítima defesa dos interesses do país, da região, do bom nome dos produtores e operadores e tranquilidade dos consumidores, a ALGFUTURO- União pelo Futuro do Algarve, torna público o seguinte:

1. Desde sempre, a salvaguarda da excecional qualidade dos Citrinos do Algarve constitui um grande objetivo na região, com medidas concretas através da Indicação Geográfica Protegida, produção integrada, novas centrais Citrícolas, novos pomares e práticas culturais, respeito pelos níveis de resíduos dos tratamentos químicos, etc.

Tem sido um trabalho laborioso e de sucesso, entre as entidades oficiais, Organizações de Produtores e produção em geral.

2.Perante as notícias, pelo levantamento feito concluiu-se que, sendo nossos sócios as principais Organizações de Produtores e Centrais Citrícolas, nenhuma delas tem contratos de fornecimento de laranja à Padaria Portuguesa, ou conhecimento que por outra via tal suceda.

3.Lançamento de um apelo e diligências da ALGFUTURO, para que a produção se certifique previamente que os seus clientes garantem um controlo de qualidade até ao consumidor final, para que não se repita o agora sucedido. E toda a cooperação entre os vários agentes é fundamental.

4. Reforço da sensibilização dos produtores e suas Organizações e entidades oficiais para que, dentro dos níveis de resíduos legalmente estabelecidos se mantenha a eficácia no combate às pragas, e simultaneamente seja feito um acompanhamento com outras medidas de carácter técnico.

2.8.2018

Melhores cumprimentos

A Comissão Executiva da ALGFUTURO

Partilhe este artigo!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn