Posted in Comunicados
ALGARVE: SINAL VERMELHO FACE AOS PROFUNDOS DESEQUILÍBRIOS  NO ÍNDICE DE PODER DE COMPRA PER CAPITA ENTRE CONCELHOS

ALGARVE: SINAL VERMELHO FACE AOS PROFUNDOS DESEQUILÍBRIOS NO ÍNDICE DE PODER DE COMPRA PER CAPITA ENTRE CONCELHOS

–  Em 75% dos municípios, o índice é inferior à média da região.

O índice de poder de compra per capita no Algarve em 2015 era inferior à média nacional e 75% dos Concelhos (12) tinham um índice inferior à média da região, revela uma publicação recente do Instituto Nacional de Estatística.

Nesta análise, feita por município com base em 16 variáveis, conforme o quadro, dos 16 Concelhos apenas Faro, Albufeira, Portimão e Loulé registavam valores acima dos 95,17 da média do Algarve. Na parte inferior da tabela estavam Vila do Bispo, Monchique, Aljezur, Alcoutim, e Castro Marim, mais sete Concelhos conforme assinalado no quadro, num total de 12.

Para a Associação empresarial ALGFUTURO são dados que confirmam os estudos que tem apresentado e são um sinal vermelho, convocando-nos à reflexão para os profundos desequilíbrios regionais e urgência de medidas de fundo para um desenvolvimento mais equilibrado, sustentável e de maior justiça social.

Ainda segundo a mesma publicação, medindo o Fator de Dinamismo Relativo para apurar o efeito do poder de compra manifestado irregularmente (sazonal pelo turismo) e respetivos desvios padrão, sobressaem os muito fortes impactos do turismo em Albufeira, Vila do Bispo e Lagos. São também relevantes em Loulé e Lagoa, mas ficam esbatidos face aos efeitos dos elevados poderes de compra manifestados regularmente ao longo de todo o ano.

Capturar

Cumprimentos

21.11.2017

A Comissão Executiva da Associação ALGFUTURO

Partilhe este artigo!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin