Posted in Comunicados
TURISMO EM BALANÇO: ENTRE O POSITIVO DO AUMENTO DE DORMIDAS EM 8 MESES DE ÉPOCA BAIXA E O NEGATIVO DO VANDALISMO EM ALBUFEIRA

TURISMO EM BALANÇO: ENTRE O POSITIVO DO AUMENTO DE DORMIDAS EM 8 MESES DE ÉPOCA BAIXA E O NEGATIVO DO VANDALISMO EM ALBUFEIRA

Quatro pólos altos e quatro baixos, com urgência de uma Task Force (unidade plural de intervenção) para Albufeira

Considerando os grandes acontecimentos do 1º semestre de 2017, quanto ao afluxo de turistas ao Algarve e do que mais diretamente influencia o setor e sua imagem, o balanço foi de altos e baixos, com quatro pólos altos muito positivos e quatro pólos baixos muito preocupantes.
No pólo mais mais, estão o aumento das dormidas na época baixa e no pólo menos menos, a gravíssima violência em Albufeira provocada por grupos do Reino Unido.
1. Face aos dados do INE agora divulgados e cálculos elaborados pela ALGFUTURO, consideramos como pólo mais mais o aumento de 11% das dormidas no alojamento hoteleiro em oito meses de época baixa ( out. 2016/maio 2017), em relação ao período homólogo( out.2015/maio 2016). É importante em si mesmo e porque se manteve uma tendência de subida semelhante à verificada em 2015/2016 em relação a 2014/2015.
É sobretudo fruto de novas rotas de/ para o Aeroporto de Faro e melhorias na oferta e há que prosseguir.
Para o período jan/maio comparativo 2017/2016, aumentaram os hóspedes, as dormidas e proveitos/aposento, mas inferiores aos aumentos da média nacional.
2.No pólo menos menos, estão os inqualificáveis atos de vandalismo que turistas do Reino Unido alcoolizados provocaram em Albufeira, muito mau para Albufeira,mas também Algarve e país.É um caso muito grave que exige medidas para ser erradicado, não se podendo tomar apenas alguns paliativos e esperar que nada de grave aconteça de novo.
A situação impõe que se trabalhe pela erradicação preventiva, com ação em múltiplos domínios, criando uma Task Force( unidade plural de intervenção) envolvendo as entidades oficiais( Autarquia, Região de Turismo, GNR, PJ, SEF, PSP, ASAE, Inspeção do Trabalho, etc) e participação das Associações empresariais, num quadro de tomada de medidas conjunturais e estruturais a que cada vez mais responsáveis e a população apelam e de que comungamos.
A Associação ALGFUTURO está disponível para participar, exigindo-se que todos assumam as suas responsabilidades perante este e muitos outros casos aí frequentes.
3. Do lado positivo, assinalam-se ainda: a nova aerogare do Aeroporto de Faro( melhor qualidade de serviço e mais capacidade); o estudo do “Perfil do Turista que nos visita”( pela abrangência e conclusões favoráveis); e a volta ao Algarve em Bicicleta ( iniciativa forte na época baixa).
4. Do lado negativo, avultam: problemas no setor da saúde;  obras na EN125 que acabaram por se prolongar já verão adentro; e instabilidade no Reino Unido( é de ter em conta que mais de 60% das dormidas de estrangeiros no Algarve provêm do Reino Unido e vizinha Irlanda) .

Partilhe este artigo!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin