Posted in Comunicados
UALG: PARABÉNS PELO SEU PAPEL NA REGIÃO E FORTE ATRATIVIDADE, COM BOAS VINDAS AOS CALOIROS

UALG: PARABÉNS PELO SEU PAPEL NA REGIÃO E FORTE ATRATIVIDADE, COM BOAS VINDAS AOS CALOIROS

– Excelentes notícias: alunos já rondam os 9.000, sendo cerca de 15% estrangeiros.

A Universidade do Algarve foi a mais importante conquista do Algarve no Séc. XX e apesar de todas as dificuldades dos últimos anos consolidou-se como a mais importante instituição da região, pela sua representatividade e impacto cultural, económico e social. Perante os graves problemas estruturais  da região, foi ela que ” aguentou” e alavancou  de forma decisiva o que de mais importante se fez e aconteceu, como centro  de saberes e difusor de conhecimentos e ação pelos seus professores e licenciados em todos os domínios públicos e privados, assumindo-se como um alicerce dinâmico essencial.
A Associação Algfuturo- União pelo Futuro do Algarve, em todos os seus estudos e tomadas de posição tem dado sempre grande destaque a isto, ao mesmo tempo que tem cooperado com a UALG,  reivindicado apoios públicos que são indispensáveis às suas Missões e louvado o estoicismo proativo do Magnífico Reitor, direção da Associação Académica e corpo docente e discente em geral, o que se reitera no início de mais um ano letivo.
E neste início de ano, damos também as calorosas boas vindas aos caloiros, e cá estamos para colaborar com eles e com toda a população fazê-los sentir como se estivessem nas suas casas e terras, para o sucesso nos seus estudos e bom ambiente.Estamos ao dispor !
São boas vindas particularmente efusivas num ano letivo em que há excelentes notícias, que demonstram a competitividade e atratividade da UALG com cerca de 1300 novos alunos, perfazendo um total à volta dos 9.000, rondando os estrangeiros a fantástica percentagem de 15 %. Só este ano inscreveram-se 200 brasileiros, atingindo  500 os provenientes deste nosso país irmão !
É extraordinária a riqueza deste multiculturalismo, mas é igualmente de grande relevância o impacto deste forte afluxo no funcionamento da instituição e na dinâmica sociocultural e economiia regional.
PARA TODOS OS QUE FAZEM O FUTURO DA UALG E DO ALGARVE TODOS OS DIAS, A ASSOCIAÇÃO ALGFUTURO EXPRESSA OS VOTOSDOS MAIORES SUCESSOS !
Cumprimentos
10.10.2016
A Comissão Executiva da Associação ALGFUTURO

Posted in Comunicados
EN125 COM OBRAS AINDA PARADAS : MACHADADA NO TURISMO E DESRESPEITO PELOS ALGARVIOS

EN125 COM OBRAS AINDA PARADAS : MACHADADA NO TURISMO E DESRESPEITO PELOS ALGARVIOS

– Requalificação devia ter sido retomada em 1 de setembro, mas passou um mês e pelo que dirigentes da Algfuturo verificaram, o que há é: “debandada” geral; obras na torre poente da  ponte do Arade paradas já desde maio (foto);  e responsáveis fugindo às responsabilidades, escondidos atrás de um muro de silêncio.

Passado um mês após a data do compromisso oficial de retoma, em vez de obras de requalificação em pleno, os estaleiros estão abandonados, não há frentes de trabalho, maior parte dos subempreiteiros foi-se embora, de dinheiro para pagar dívidas nada se sabe,é muito má a imagem com obras inacabadas ao abandono e há riscos de sinistralidade. É mais uma machadada no turismo e desrespeito pelos algarvios e suas entidades por parte dos agentes públicos e privados envolvidos e bloqueando toda a informação, o que é pronúncio de que algo  muito grave se passa nos bastidores.
Pelo que viram e ouviram, foi este o panorama de deprimente desolação com protestos da população com que dirigentes da Associação Algfuturo-União pelo Futuro do Algarve se confrontaram quando na passada semana percorreram a EN125 entre Faro e Vila doBispo.Ressalta como escândalo maior as importantes obras de substituição dos cabos dos tirantes, a poente , na ponte do Arade(Portimão) paradas desde maio. Os únicos sinais visiveis de atividade são cinco homens em Vila do Bispo.
A machadada para o turismo resulta, além das obras que faltam, do trânsito condicionado, pavimentos incompletos, deficiente sinalização, etc, e de já ser certo que não estarão concluidas até à Páscoa e se duvidar que tal aconteça antes do verâo.
Por outro lado, não é admissível que numa obra de relevante interesse público as autoridades, contra todas as regras mais elementares de transparência democrática, tenham construido um muro de silêncio atrás do qual se escondem.
Por isso, a palavra de ordem tem de ser. recomeçar já e a todo o vapor!
Cumprimentos
3.10.2016
A Comissão Executiva da Associação ALGFUTURO