Posted in Comunicados

UNIÃO ALGFUTURO DESIGNA COORDENADOR E CRIA BARÓMETRO SOCIAL E BARÓMETRO ECONÓMICO-EMPRESARIAL

– Segurança, juventude e problemas do interior e serra são também prioritários

1. Em reunião realizada terça à noite, a Comissão Instaladora da ALGFUTURO deliberou por unanimidade designar Coordenador da União o Dr. José Vitorino. Recorda-se que, além da atividade empresarial e desempenho de vários cargos públicos, tem mais de 25 anos de dirigente associativo (imagem anexa e link para currículo em baixo).

A Comissão Instaladora tem 32 membros e criou agora uma Comissão Permanente com cinco elementos: o Coordenador, Drª Clara Carapeto, Fausto Mendonça, Drª Maria Julieta Paradinha e António Barnabé, todos dirigentes associativos (para ver currículos clicar no link:https://drive.google.com/…/0B0dee6zctgKYdUd3SVVLR2l2e…/view…).

2. Além dos objetivos gerais já divulgados, a União ALGFUTURO decidiu criar um BARÓMETRO SOCIAL e um BARÓMETRO ECONÓMICO-EMPRESARIAL, que avaliarão regularmente a evolução da conjuntura, mas também as tendências estruturais.

No âmbito do Barómetro Social da ALGFUTURO, existirá um Observatório para o Emprego/ Desemprego e serão desencadeadas diligências para garantir um plano estruturado de ataque à fome, tendo em conta que a população em risco de pobreza no Algarve atinge as 125.000 pessoas (quase 30% dos residentes).

Ainda no âmbito social, a saúde é de grande preocupação face ao deficiente funcionamento dos hospitais, com carências mínimas de 414 profissionais (60% médicos) ,mais um reforço na época alta. Estando a entrar-se na época estival ALGFUTURO vai aprofundar o assunto.

No Barómetro Económico-empresarial será feito o acompanhamento da economia, merecendo referência a melhoria de indicadores da procura na hotelaria quanto a taxa de ocupação, mas salientando-se em nome do rigor de avaliação que os valores de agora se sucedem a anos de fortes quebras e que ainda são inferiores a outros períodos. Por outro lado, este nível de evolução não se registou no restante alojamento e noutras atividades dependentes do turismo. Por isso, tal como consta do Estudo da ALGFUTURO, é urgente uma requalificação da oferta em todas as vertentes e uma forte promoção externa específica para o Algarve.

Outra matéria de grande preocupação é o anúncio para breve da exploração de petróleo e gás natural, que são ” bombas atómicas” potenciais, pois em caso de problemas poderiam significar a destruição da economia regional. Nesse sentido, o Estudo de Impacto Ambiental é vital, bem como conhecer as medidas de salvaguarda, intervenção e garantias.

3. Na reunião foram também consideradas áreas prioritárias em que se está a trabalhar, a segurança, problemas do interior e serra e juventude.

Com saudações regionalistas

11.6.2015

A Comissão Instaladora da ALGFUTURO

Partilhe este artigo!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin